Magalu ou B2W, quem vai comprar a Netshoes?

Duas grandes varejistas estão avaliando a possibilidade de aquisição e controle do e-commerce esportivo  Netshoes.

A brasileira Netshoes foi considerada um case de sucesso, se tornou o maior e-commerce esportivo do mundo e, em 2017, abriu o capital e passou a ser cotada na bolsa de Nova York.

Contudo, a empresa vem acumulando prejuízos (estimam 300 milhões de 2014 a 2017), no ano passado contratou o Goldman Sachs para buscar um sócio que possa injetar dinheiro na companhia. Desde a abertura na bolsa (2017), as ações caíram cerca de 90%; seria um bom negócio para os varejistas brasileiros?