O fenômeno CAOA

Quem visualiza as propagandas do novo Tiggo 5X da Caoa Chery certamente se lembra de lançamentos recentes de outra grande marca, a Hyundai. A CAOA passou a importar, em 1999, os carros da marca sul-coreana e, com forte investimento em publicidade e propagandas impactantes, transformou a imagem da marca. Quem não se lembra de Elantra, Tucson e Ix35!
O Grupo Caoa é o maior revendedor da marca Ford na América Latina, importador oficial da Subaru no Brasil, a primeira montadora Hyundai no país e, em 2017 juntamente com a chinesa Chery criou a joint venture Caoa Chery (hoje, com montadora 100% nacional).

A empresa que já possui duas fábricas próprias no Brasil, uma em Anápolis-GO - onde são montados modelos da Hyundai e da Chery - e outra em Jacareí-SP - advinda de aquisição parcial da Chery -, se prepara para possivelmente assumir outra operação, a da Ford Caminhões.

Caoa Chery (Divulgação)
É publico que, a Ford anunciou recentemente o fechamento de sua fabrica em São Bernardo do Campo-SP, com isso, o Governador João Dória assumiu o compromisso de garantir um comprador para a fabrica e evitar demissões. Se as expectativas se concretizarem a Caoa passará a produzir caminhões sob licença da Ford no Brasil.

E quem é CAOA? : O médico paraibano Carlos Alberto de Oliveira Andrade, fundador da CAOA, começou suas atividades no setor automotivo (em 1979) ao adquirir um Ford Landau na concessionária Ford de Campina Grande (PB). A revenda faliu e como compensação pelo carro não entregue, Carlos ficou com a concessionária, em menos de 6 anos tornou-se a maior revendedora Ford do Brasil. Na decada de 90, juntamente com a Renault, se tornou a marca número 1 no segmento de importados; anos depois, repetiria o feito com a Hyundai.;