About Me

Como a gestão lean tem redefinido a logística dos negócios

FLÁVIO AUGUSTO PICCHI*: Já se foi o tempo em que a logística era considerada, para a maioria das empresas, somente uma fonte indesejada de custos. Hoje em dia ela precisa ser considerada estrategicamente, como parte do processo de entrega de valor aos clientes. Isso porque cada vez mais se percebe que não é suficiente concentrar esforços só em desenvolver, produzir e vender bons produtos e/ou serviços. Em mercados extremamente disputados, com os clientes que exigem agilidade num mundo cada vez mais digital, é preciso também entregá-los de forma excelente.
Nesse contexto, vem crescendo cada vez mais o número de companhias que estão redefinindo suas operações logísticas com uma particularidade: sem precisar, necessariamente, investir em mais mão-de-obra, estrutura ou equipamentos, como era de praxe, mas reformulando a gestão da logística com base na adoção dos conceitos e práticas do sistema lean. CONTINUE LENDO EM Lean Institute Brasil.
*Presidente do Lean Institute Brasil, Engenheiro, Mestre e Doutor, pela Escola Politécnica da USP.Realizou programa de Pós-doutorado no MIT (Massachusetts Institute of Technology), em colaboração com o Lean Enterprise Institute. Professor Doutor da Unicamp. Examinador sênior do Prêmio Nacional de Qualidade de 1996 a 2004. Como Consultor em Gestão da Qualidade e Produtividade, desenvolveu, por mais de 20 anos, projetos em empresas de diversos portes e setores. No LIB, desde 1999, participa do desenvolvimento do lean thinking em diversos ambientes industriais, incluindo aqueles onde sua aplicação ainda é pouco difundida, tais como serviços, administração e construção.